Procuro através dos vídeos-poemas unir, de forma harmônica,
poesia, imagem e música. Os vídeos que, porventura, não forem de minha autoria, citarei a fonte. Os demais, de minha autoria, estarão disponíveis no You Tube para melhor visualização, caso queiram.Espero que gostem. Com meu carinho. Ianê Mello

Paco de Lucia "Entre as águas"

Centro de Budismo Tibetano

Centro de Budismo Tibetano
Karme Thegsum Tcholing

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Metade - Oswaldo Montenegro

3 comentários:

jefhcardoso disse...

Acho lindo este poema. Lembro-me de quando o conheci. Naquela ocasião eu tinha 16 anos e ele já me sensibilizava. Foram poucos os meus reencontros com estas palavras de Oswaldo Montenegro, mas todas as vezes que ouvi novamente me toquei, e através de seu blog faço a releitura em meu trigésimo sexto amor de existência. Só tenho a lhe agradecer pelo cuidado da postagem. Abraço: Jefhcardoso.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Esse poema me mata....é muito forte e verdadeiro! Belo blog, tem muito pra gente curtir.

Ianê Mello disse...

Jefh e Walkyria,

Realmente esse poema do Oswaldo é maravilhoso.

Obrigada a vocês pela presença e comentários.

Grande beijo.